• Confira nosso material com tudo que você precisa saber sobre IRPF. Baixe agora o nosso e-book gratuito!
  • baixe o e-book
  • Siga-nos no Facebook
  • Siga-nos no Twitter
  • Siga-nos no Linkedin

(51) 3026-8282


Blog

21 de Março de 2018

5 dicas para manter a saúde financeira de sua Startup

Se você está comandando um startup (ou outro tipo de empresa), já sabe que manter as contas em dia não é uma tarefa fácil. Especialmente no início os desafios financeiros e as dúvidas são muitas.

Não é por menos, já que o planejamento e gerenciamento financeiro são determinantes para a continuidade do negócio. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para auxiliar você a não se perder com as suas contas.

1. Analise as suas despesas
Você já deve contabilizar todas as despesas de sua startup, mas é necessário ir além. É preciso analisar essas informações.

Primeiro, classifique os valores que saem do caixa. Uma classificação básica que pode ser utilizada são os custos fixos (água, internet, telefone e aluguel) e variáveis (manutenção de equipamentos, viagens, outros). Essa classificação já lhe dará uma visão mais organizada sobre suas finanças.

Mas é importante observar as despesas e ver onde elas podem ser reduzidas. Você está usando todo o plano de telefonia contratado? É possível utilizar uma ferramenta digital para facilitar os processos? Reduzir os custos com papel? Conseguir um aluguel mais vantajoso? Ao fazer uma análise desses dados de forma isolado os valores podem parecer baixo, mas pequenas reduções de custo podem fazer grande diferença quando somadas.

2. Cuidado com os juros
O uso de empréstimos em empresas é uma prática recorrente. No entanto, é necessária muita atenção quando esse dinheiro vem de bancos ou outras instituições. Deixar ou atrasar os pagamentos pode se tornar um grande problema, pois muitas vezes os juros são extremamente elevados.

Por isso, é muito necessário realizar o planejamento dessas contas e priorizar esses pagamentos. Pois, o acumulo dessas dívidas pode se tornar uma bola de neve impagável.

3. Engaje os funcionários
Conscientizar constantemente os funcionários sobre gastos desnecessários e abrir a possibilidade que ofereçam soluções é uma boa maneira de evitar o desperdício. Por isso incentive a construção de uma cultura organizacional com esses valores e engaje os funcionários nessa estratégia.

4. Estipule metas
Inclua no seu planejamento as necessidades que a empresa vai ter no período como metas, por exemplo, a aquisição de um novo computador, a ampliação da sala e a contratação de um novo funcionário, etc. Para alcançar esses objetivos será necessário um planejamento, como a economia mensal de determinado valor que será usada para a aquisição de algum equipamento.

5. Nunca acredite no primeiro orçamento
Na hora de comprar insumos e equipamentos peça o orçamento de várias empresas. Não acredite no primeiro preço. Avalie as diversas opções de fornecedores, seus custos e os benefícios que oferecem. Não fazer isso pode fazer com que você tenha gastos desnecessários.

6. Contrate um contador
Outro passo importante para manter a saúde financeira de sua startup é a contratação de um bom escritório de contabilidade. Pode parecer um custo extra, mas já existem modalidades de serviço específicos para startups que tem um custo baixo – saiba mais sobre essa modalidade da Proceconta entrando em contato.

A contratação de um escritório tem entre os benefícios a experiência acumulada na gestão financeira e maior conhecimento sobre leis e tributação. Ou seja, além de auxiliar a sua empresa a ter uma maior clareza sobre sua situação financeira, traz a possibilidade de reduzir custos com impostos, por exemplo.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a Proceconta clicando aqui.