• Confira nosso material com tudo que você precisa saber sobre IRPF. Baixe agora o nosso e-book gratuito!
  • baixe o e-book
  • Siga-nos no Facebook
  • Siga-nos no Twitter
  • Siga-nos no Linkedin

(51) 3026-8282


Blog

28 de Março de 2018

Sabe o que muda com o eSocial? Prazo está chegando!

O eSocial passa a valer para todas as empresas a partir de julho. Mas o que é esse sistema? O que muda? Como funciona? Quais sãos riscos para as empresas? Abaixo, respondemos todas essas perguntas, confira.

O que é?
Ele é um sistema que as empresas deverão informar os dados relativos aos trabalhadores, como vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o FGTS. Ele faz parte de um processo maior de informatização da relação entre a Receita Federal e os contribuintes, sendo parte do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

O que muda?
A mudança se dá apenas na área de contabilidade da empresa. Todas as informações que deverão ser prestadas no eSocial já são solicitadas. A diferença é que muitas delas precisavam ser enviadas para diferentes órgãos, com exigências e processos diferentes. Com o início da operação do novo sistema, o caminho será único. Todos esses dados, obrigatoriamente, serão enviados ao Governo Federal por meio do eSocial.

Quais são os prazos?
A implantação do sistema já está sendo realizada. A primeira etapa iniciou no dia 1º de janeiro de 2018, tornando obrigatória a adesão para empregadores e contribuintes com faturamento, no ano de 2016, superior a R$ 78 milhões. Já a partir de 1º de julho de 2018 começa a segunda etapa, a obrigatoriedade será estendida aos demais empregadores e contribuintes, independentemente do valor de faturamento anual.

Cada etapa tem diferentes fases de implementação, que podem ser vistas no quadro abaixo:

Quais sãos riscos para as empresas?
O eSocial faz parte de um processo maior de digitalização da prestação de informações ao Governo. O maior risco se dá para as empresas que não seguem estritamente a legislação. Pois, com a digitalização dessas informações será possível que os órgãos de controle cruzem informações, apontem incoerências ou encontrem falhas muito mais facilmente. Ou seja, a fiscalização será cada vez maior. A aplicação de multas e outras penalidades será muito mais rápida, pois será feita dentro do próprio sistema. Por isso a importância de prestar as informações completas e de forma correta ganha ainda mais relevância.

Nesse sentido, a contratação de um escritório de contabilidade pode ser essencial para evitar erros e garantir que a empresa não perca dinheiro com as punições.

A Proceconta já conta com equipe capacitada e preparada para trabalhar com o eSocial, oferecendo segurança, comprometimento e qualidade na prestação do serviço para as empresas. Entre em contato e saiba mais clicando aqui.