• Confira nosso material com tudo que você precisa saber sobre LGPD. Baixe agora o nosso e-book gratuito!
  • baixe o e-book
  • Siga-nos no Facebook
  • Siga-nos no Twitter
  • Siga-nos no Linkedin

(51) 3026-8282


Blog

16 de Outubro de 2019

Conheça as principais fontes de financiamento para o seu negócio

Captar dinheiro para abrir uma empresa ou reestruturar um negócio que você já possui está entre os maiores desafios do empreendedor brasileiro na atualidade. No entanto, seja qual for seu caso, existe uma fonte de financiamento para você!

O mais importante no momento de escolher o investimento ideal para sua empresa é ter em mente qual a sua finalidadee qual o prazo para retorno do dinheiro.

No blog de hoje, nós selecionamos as principais fontes de financiamentos para novos negócios e para empresas já em funcionamento que procuram ampliar sua capacidade produtiva.

 

Novas empresas, bons negócios

A melhor indicação para iniciar seu negócio de maneira segura é o uso de capital próprio. Entretanto, nem sempre isso é possível para novos empreendedores. Para esses casos, você pode optar por uma ou mais fonte de financiamento que elencamos abaixo.

 

Participação acionária

Uma opção é conseguir um sócio-investidor, por meio da venda de parte do seu negócio. Já o investimento-anjo corresponde às pessoas físicas interessadas em contribuir com o desenvolvimento de empresas em estágio inicial. Enquanto o fundo de investimento se refere às pessoas jurídicas interessadas em colaborar financeiramente com empresas com claro potencial lucrativo.

 

Investimento coletivo

O crowdfunding, ou as chamadas vaquinhas online, vem ganhando mais e mais destaque como um modelo de captação de recursos na atualidade. Diversas plataformas financiamento coletivo tem possibilitado essa conexão de investidores e empreendedores por meio da internet.

 

Agências de fomento

Atualmente, muitas organizações - com fins lucrativos ou não - oferecem programas de incubação e aceleração para empresas embrionárias. Dependendo do modelo de negócio, agências de fomento também concedem linhas de crédito para pesquisa e inovação.

Se você estiver procurando financiamentos a longo prazo, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e os Fundos Constitucionais (apenas para as regiões Centro-Oeste, Nordeste e Norte) são opções viáveis.

 

Fintechs

As fintechs, da junção das palavras inglesas financial (financeiro) e technology (tecnologia), vem se apresentando como relevantes fontes de financiamento de empreendimentos. Esses modelos de negócio disponibilizam recursos para o incentivo tanto de pessoas jurídicas quanto para pessoas físicas. Esse tipo de empresa, quase exclusivamente digital, é menos burocrática e oferece custos menores do que os bancos tradicionais.

 

Boas empresas, novos negócios

Evidentemente, você não precisa ser novo no mercado para precisar de recursos de financiamento para seu negócio. Empresas já consolidadas estão sempre procurando formas de se destacar ainda mais no seu setor e oferecer um atendimento sempre melhor a seus clientes.

A fim de alcançar seus objetivos, empreendedores maduros também procuram fontes diferenciadas para ampliar a capacidade produtiva ou reestruturar seu negócio. A seguir, listamos algumas opções.

 

Cheque especial

O cheque especial é uma alternativa de captação de recursos financeiros principalmente para pequenas empresas. Conhecido como o vilão das contas jurídicas e físicas, ele pode ser uma opção para situações emergenciais e quando o empresário sabe que poderá quitar a dívida em poucos dias. O cheque especial pode aparecer como vantajoso em relação a empréstimos bancários por estes cobrarem IOF e taxa de contrato.

 

Leasing

O leasing é indicado para a aquisição de máquinas, veículos e outros equipamentos. É uma opção de médio a longo prazo. No final de um contrato, após pagar todas as parcelas, o contratante tem a oportunidade de escolher por comprar o bem.

 

Empréstimo e linha de crédito

Os empresários que buscam algum tipo de modernização em seu empreendimento podem solicitar um empréstimo no BNDES. Além de os juros serem inferiores aos de um banco comercial, ainda há um período de carência. No entanto, enquanto os bancos não exigem uma justificativa para o uso do dinheiro, o BNDES requere um projeto de justificativa para a captação do recurso.

Para empresas com problemas de fluxo de caixa, a recomendação é por contratar linhas de crédito de capital de giro.

 

Procurando consultoria financeira para o seu negócio? Conte com a Proceconta Serviços Contábeis & Empresariais. São 27 anos de experiência em gestão de empresas e inovação nos negócios.

Entre em contato conosco clicando aqui ou pelo telefone (51) 3026-8282 e agende já o seu horário.