• Confira nosso material com tudo que você precisa saber sobre LGPD. Baixe agora o nosso e-book gratuito!
  • baixe o e-book
  • Siga-nos no Facebook
  • Siga-nos no Twitter
  • Siga-nos no Linkedin

(51) 3026-8282


Blog

31 de Janeiro de 2020

Vantagens e desvantagens de terceirizar sua contabilidade

A terceirização nada mais é do que empresas contratarem prestadores de serviço de outra organização ou de maneira autônoma. No caso da terceirização contábil, uma empresa contrata um profissional autônomo ou escritório de contabilidade de acordo com suas demandas. O contador que opta por terceirizar seu trabalho pode tanto oferecer uma série de serviços, como segmentar sua atuação, dessa forma operando em nichos do mercado.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), a terceirização da contabilidade é a forma de contratação mais comum no país. Dos 6.054 empreendedores de pequeno porte entrevistados no estudo, 72% utilizam serviços de empresa de contabilidade, enquanto 28% recorrem a contadores autônomos.

A discussão sobre terceirização na contabilidade é extensa e complexa. Por isso, organizamos neste blog as vantagens e desvantagens do processo, tanto para o contratado como para o contratante.

 

Vantagens e desvantagens para o contratado

A maior vantagem para o contador terceirizado é sua autonomia. O profissional tem mais flexibilidade na sua rotina de trabalho, podendo escolher os horários que mais lhe convém, além de poder trabalhar de casa. O contador tem controle sobre as demandas de clientes, pode recusar e aceitar tarefas conforme sua disponibilidade.  

O profissional terceirizado, no entanto, não tem uma renda fixa. Sua renda varia de acordo com a procura de seus clientes. Isso pode ser algo benéfico nos meses de bastante demanda contábil, mas é uma desvantagem em períodos que não há tanto trabalho.

Ademais, é importante lembrar que o contador externo precisa assumir custos que um interno não: contas de consumo, plano de saúde, transporte e alimentação. Fora todos os benefícios a que um funcionário CLT tem direito e o contador autônomo não, como férias, 13º salário, FGT etc.

Guardadas as proporções, um contador PJ enfrenta os mesmos desafios de gestão que um empresário. Ele precisa estar constantemente investindo em estudo e atualização para não perder sua relevância no mercado. Além da necessidade de manter sua imagem em destaque por meio de marketing pessoal e networking.

 

Vantagens e desvantagens para o contratante

 A Proceconta já abordou em nossas redes sociais os custos de contratação pelo regime CLT. A empresa que opta por terceirizar sua contabilidade tem consideravelmente menos custos do que a que contrata um funcionário fixo. Ela não precisa arcar com custos de um setor específico, além de estrutura, salários e encargos trabalhistas.

Precisamos considerar também que, principalmente em pequenas empresas, há um período de pouca demanda no setor contábil, logo a presença de um funcionário fixo nesse departamento se faz desnecessária e custosa.

Como citamos acima, contadores autônomos ou contratados de empresas terceirizadas procuram sempre se atualizar. Enquanto um contador interno, por ter sua renda assegurada, nem sempre busca sair de sua zona de conforto e estudar mais. A Contabilidade como uma área em constante transformação, em função de novas situações que surgem no dia a dia de organizações a todo o momento, requer profissionais conectados com as mudanças nesse mundo.